Homilia desta quarta-feira 17/01/2018: Jesus veio para cuidar de todas as pessoas

adorar

Em primeiro lugar e acima de qualquer coisa, Jesus veio para cuidar das pessoas
“Jesus disse ao homem da mão seca: ‘Levanta-te e fica aqui no meio!’ E perguntou-lhes: ‘É permitido no sábado fazer o bem ou fazer o mal? Salvar uma vida ou deixá-la morrer?’. Mas eles nada disseram” (Marcos 3, 3-4).


Quem são esses que nada disseram? São os fariseus que ficaram observando se Jesus curaria, se Ele cuidaria daquele homem de mão seca, em dia de sábado. Eles não estavam preocupados com o homem, eles estavam preocupados com o sábado. Este é o problema de muitos de nós, é o problema da nossa fé, da nossa vivência religiosa: nos preocupamos muito mais com os preceitos, com os templos, e não nos preocupamos com o que é mais importante – a pessoa.
Os preceitos, os tempos, os lugares; ficarão, passarão. Serão um dia destruídos, mas, esse “templo” que somos nós é pertença de Deus.
Em primeiro lugar e acima de qualquer coisa, Jesus veio para cuidar das pessoas . Que respeito e consideração temos que ter com o ser humano?Não é fecharmos as portas das igrejas, para não acolher aos pobres, doentes, mendigos, pessoas de rua. São essas pessoas que precisam ser acolhidas, amadas, cuidadas! Como se o templo fosse mais importante do que a pessoa, como se as nossas orações, as nossas práticas fossem mais importantes do que o cuidado, a caridade ou assim por diante. Não precisamos relativizar nada, mas não podemos ignorar o essencial. O essencial é cuidar daquele que precisa ser cuidado.
Esses homens religiosos observavam; aquele homem tinha a mão seca, e uma pessoa naquela situação ficava de lado, não tinha espaço. A primeira coisa que Jesus disse foi: “Levanta-te e vem para o meio. Vem para o centro, porque no coração de Deus você ocupa o lugar principal”. É assim que temos que dizer para os nossos doentes, para os nossos pobres e pecadores.
Ninguém pode ficar afastado. Muitos pensam: “Na igreja, no templo, não tem lugar para esses”. Se não tem, a graça sai do templo para ir ao encontro daquela pessoa, porque, para Deus a pessoa é mais importante do que o sábado, do que o templo ou algum preceito religioso. Deus abençoe você!

 

(Padre Roger Araújo, Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova)